twitter

Campanha de segurança rodoviária regista mais de 24.500 infrações numa semana

Campanha de segurança rodoviária regista mais de 24.500 infrações numa semana
Fotografia DR

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 12 de abril de 2024, às 12:40

Do total de infrações, 729 são relacionadas com a utilização do cinto de segurança, do capacete e de cadeirinha para crianças.

A campanha de segurança rodoviária “Cinto-me Vivo” registou numa semana 24.753 infrações, das quais 729 relacionadas com a utilização do cinto de segurança, do capacete e de cadeirinha para crianças.

De acordo com o balanço divulgado esta sexta-feira pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), Polícia de Segurança Pública (PSP) e a Guarda Nacional Republicana (GNR), foram fiscalizados presencialmente, entre os dias 05 e 11 de abril, 60,1 mil veículos, com as forças de segurança a detetarem 24.753 infrações.

Ao longo da semana de duração da campanha verificaram-se 2.543 acidentes, dos quais resultaram seis vítimas mortais, 47 feridos graves e 750 feridos ligeiros. Relativamente ao período homólogo de 2023, foram contabilizados menos 44 acidentes, menos 10 vítimas mortais, menos nove feridos graves e menos 54 feridos ligeiros.

De acordo com as nota, as seis vítimas mortais, quatro homens e duas mulheres, tinham idades compreendidas entre os 46 e os 75 anos. Os acidentes com vítimas mortais ocorreram nos distritos de Bragança, Porto (dois), Castelo Branco e Lisboa.

No âmbito da campanha a nível nacional, que teve por objetivo alertar condutores e passageiros para a importância de utilizarem sempre, e de forma correta, os dispositivos de segurança, as forças de segurança, realizou cinco ações de sensibilização junto de 671 condutores e passageiros. Esta foi a quarta das 12 campanhas de sensibilização e de fiscalização planeadas no âmbito do Plano Nacional de Fiscalização (PNF) de 2024. Até ao final do ano serão realizadas mais oito campanhas, uma por mês, com ações de sensibilização e de fiscalização.

Das quatro campanhas que decorreram este ano, foram realizadas 16 ações, durante as quais mais de 1.805 pessoas foram sensibilizadas presencialmente. Quanto a ações de fiscalização, o número de condutores fiscalizados presencialmente foi de 212,2 mil, enquanto cerca de 13 milhões de veículos foram fiscalizados por radar.