twitter

Sismo na Turquia. Presidente da República solidariza-se com países afetados

Sismo na Turquia. Presidente da República solidariza-se com países afetados
Fotografia

Publicado em 06 de fevereiro de 2023, às 17:02

O registo mais recente de vítimas mortais é na ordem dos 2 300.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, manifestou a sua solidariedade com os povos turco e sírio, vítimas do terramoto ocorrido esta madrugada. Prestou declarações esta manhã, numa visita a uma escola em Olhão.

“É uma tragédia e, se me permitem, até é maior a tragédia na Síria, do que na Turquia. É evidente que, na Turquia, ocorre-nos pensar mais rapidamente no que aconteceu, porque é um país mais próximo, mas cá está, com outras estruturas e o número de vítimas foi muito inferior àquilo que se imagina que é na Síria”, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa. O chefe de estado português acrescentou que já manifestou a sua posição aos governantes da Turquia e da Síria.

Frisou que “até agora, a informação que as autoridades portuguesas tinham” era da inexistência de vítimas portuguesas. “Mas, como imaginam, na Síria o apuramento é mais difícil. E, mesmo na Turquia, no sul da Turquia. Mas, até agora, a notícia que eu tinha não indicava nenhuns portugueses” entre as vítimas, afirmou o Presidente da República.

O terramoto que atingiu esta madrugada o sudeste da Turquia e o norte da Síria já causou mais de 2 300 mortes. Trata-se de um dos sismos mais fortes em 100 anos, a par do que abalou Erzincan, em 1939.


Autor: Redação/Lusa