twitter

Mais de 100 mil estrangeiros expulsos da UE no primeiro trimestre

Mais de 100 mil estrangeiros expulsos da UE no primeiro trimestre
Fotografia DR

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 28 de junho de 2024, às 11:53

Segundo o Eurostat

Um total de 103.515 cidadãos de países terceiros receberam ordem de expulsão da União Europeia (UE), no primeiro trimestre de 2024, um recuo homólogo de 7% segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat.

Entre janeiro e março, 30.570 foram reenviados para outro país na sequência de uma ordem de expulsão, uma subida de 11% face ao mesmo período de 2023.

De acordo com os dados do serviço estatístico da UE, na comparação com o trimestre anterior, nos primeiros três anos do ano, o número de ordens de expulsão diminuiu 2% e o de reenvios de pessoas cresceu 6%.

Entre os cidadãos de países terceiros a quem foi ordenado que abandonassem o território de um Estado-membro, a maior percentagem foi de argelinos e marroquinos (7% cada), seguidos de turcos (6%) e de sírios e georgianos (5% cada).

A França (34.190), a Alemanha (15.400) e a Bélgica (6.965) foram os Estados-membros que mais estrangeiros expulsaram e ainda a França (4.205), a Alemanha (3.950) bem como a Suécia (3.135) apresentaram os maiores números de pessoas que efetivamente foram para outro país.