twitter

Avião da TAP deve levar 100 toneladas de donativos para o Rio Grande do Sul

Avião da TAP deve levar 100 toneladas de donativos para o Rio Grande do Sul
Fotografia Redes sociais

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 25 de maio de 2024, às 12:07

Segundo disse o embaixador do Brasil

O embaixador do Brasil em Portugal estima que o avião da TAP a enviar pelo Governo português, terça-feira, para São Paulo, com donativos para o Rio Grande do Sul, possa levar cerca de 100 toneladas de produtos.

Raimundo Carreiro disse à Lusa que a carga só será definitivamente fechada na segunda-feira, véspera da partida do voo.

Segundo o embaixador, "do ponto de vista aéreo, as negociações se encerram com este [voo da Tap]" para envio de donativos de Portugal para o Brasil, sendo que o que sobrar seguirá por navio.

Neste voo, deverá ser enviada uma boa parte das mais de 100 toneladas de donativos para o Rio Grande do Sul arrecadados num armazém em Oeiras, adiantou o embaixador, sem referir quem coordenava esta ação.

As mais de cem toneladas armazenadas em Oeiras são de bens doados por portugueses e brasileiros numa resposta ao apelo do grupo SOS RS em Lisboa, que a dada altura admitiu a necessidade de ajuda para conseguir enviar para o Brasil a enorme quantidade de produtos que lhes chegava.

Neste momento, de acordo com o levantamento feito para a Embaixada do Brasil em Lisboa pelas diversas entidades que coordenam a ajuda, ainda existem em Portugal 300 toneladas de donativos em armazém para seguir para o Rio Grande do Sul.

Depois deste avião de terça-feira, "o restante [seguirá em] navios", frisou o embaixador, adiantando que isso já está a ser negociado pela Embaixada com a empresa privada Maersk.

Raimundo Carreiro disse que, quando se apercebeu que a doação de portugueses e da comunidade brasileira chegou a "um nível extraordinário", e que era necessário arranjar transporte para o Brasil de todos os produtos, encetou contactos com a companhia aérea brasileira Latam - empresa que levou um primeiro carregamento de bens de Portugal para o Brasil na semana passada - e depois com o Ministério dos Negócios Estrangeiros português, que logo se prontificou para colaborar.

O voo da próxima terça-feira vem na sequência desses contactos e estava a ser falado há duas semanas, mas a sua confirmação “só aconteceu esta semana", adiantou o embaixador.

O diplomata também fez um contacto com a companhia aérea Azul, que "tem estado a levar 20 toneladas [de donativos] aos poucos, no silêncio, sem nenhuma divulgação", disse.

Andreza, uma das porta-vozes do grupo de voluntários SOS RS em Lisboa, adiantou hoje à Lusa que no avião de terça-feira vão enviar fraldas, produtos de higiene pessoal e roupas de frio, de acordo com as prioridades definidas pelas autoridades brasileiras em conjunto com a Embaixada do Brasil em Lisboa.

Andreza apelou à ajuda de voluntários para preparar e acomodar todas as mercadorias que irão seguir também por navio.

Fonte oficial do Ministério dos Negócios Estrangeiros confirmou sexta-feira à Lusa que o Governo português vai enviar, terça-feira, um avião TAP para o Rio Grande do Sul, a região do Brasil mais afetada pelas inundações.

"A realização deste voo é um gesto de solidariedade suportado pelo Estado português através da TAP", acrescentou a fonte, adiantando que o papel do Governo português foi facilitar o transporte da ajuda de várias origens.

O primeiro voo que seguiu com um carregamento de doações para aquela região do Brasil, que vive uma situação dramática por ter sido a mais afetada pelas inundações, não era exclusivamente destinado aos donativos para o Rio Grande do Sul, mas este será.

No avião da Latam, que partiu de Lisboa no dia 17 de maio com destino a São Paulo, foi cedido um espaço na aeronave para os donativos.

No voo, seguiu "um primeiro lote de carregamento humanitário de cerca de 300 kg [espaço cedido pela Latam na aeronave] de bens doados pela comunidade brasileira em Portugal e por cidadãos portugueses, destinado às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul”, divulgou, então, a Embaixada do Brasil em Portugal na rede social Instagram.