twitter

Hamas diz que ataques israelitas já fizeram mais de 5.000 mortes

Hamas diz que ataques israelitas já fizeram mais de 5.000 mortes
Fotografia DR

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 23 de outubro de 2023, às 14:32

O ministério da Saúde do grupo islamita Hamas, que controla a Faixa de Gaza, afirmou hoje que pelo menos 5.087 pessoas, incluindo 2.055 crianças, morreram desde o início dos bombardeamentos israelitas em retaliação pelo massacre de 07 de outubro.

 

Pelo menos 15.273 pessoas ficaram feridas desde 07 de outubro, acrescentou o Governo do Hamas, ao fim de 17 dias da guerra desencadeada pelo ataque deste grupo islamita palestiniano.

O balanço de vítimas foi feito após o Governo do Hamas ter reportado mais de 60 mortos após um ataque do Exército israelita durante a passada noite na Faixa de Gaza.

Um dos ataques matou 17 pessoas numa casa em Jabaliya, no norte do território, referiu a mesma fonte.

Israel mantém a Faixa de Gaza sob bombardeamentos constantes desde 07 de outubro, quando comandos do Hamas fizeram uma incursão sem precedentes no país e mataram cerca de 1.400 pessoas, segundo as autoridades de Telavive.

A escalada de tensão na fronteira foi desencadeada pela guerra entre Israel e o Hamas, que se seguiu ao ataque do grupo islamita em território israelita em 07 de outubro.