twitter

Moreno Teixeira quer que a equipa «continue a dar uma reposta positiva frente ao Estoril»

Moreno Teixeira quer que a equipa «continue a dar uma reposta positiva frente ao Estoril»
Fotografia

Publicado em 13 de agosto de 2022, às 16:03

Jogo disputa-se amanhã, às 20h30, no estádio D. Afonso Henriques.

O treinador do Vitória de Guimarães, Moreno, afirmou hoje que a equipa tem melhorado “a cada jogo” e projetou “um jogo agradável” com o Estoril Praia, amanhã, para a segunda jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Com três vitórias, um empate e uma derrota nos cinco jogos oficiais até agora disputados, incluindo o triunfo no Desportivo de Chaves a abrir o campeonato (1-0), a formação vimaranense deve focar-se no que “consegue controlar” para derrotar um oponente com “um misto de atletas experientes e de outros que começam a aparecer no futebol português”, também vitorioso na primeira jornada – 2-0 ao Famalicão.

“Há uma melhoria a cada jogo que fazemos. Isso dá-nos conforto para amanhã [domingo]. Vamos ter uma equipa difícil pela frente, com atletas muito interessantes, jovens. Do nosso lado, também existem atletas jovens. Parece-me que será um jogo muito agradável de se ver”, realçou o técnico, na antevisão ao desafio marcado para as 20:30, em Guimarães.

Para Moreno, a equipa ‘canarinha’, treinada por Nelson Veríssimo, apresenta coisas “parecidas” à sua, nomeadamente o “futebol positivo”, o facto de ser “muito organizada” e a intenção de “pressionar alto”, que vão gerar problemas “diferentes” dos sentidos pelos vitorianos no triunfo sobre o Hajduk Split (1-0), equipa muito recuada na segunda mão da terceira pré-eliminatória da Liga Conferência Europa.

Apesar da vitória de quarta-feira, os minhotos foram afastados da prova europeia, face à derrota por 3-1 na primeira mão, e o ‘timoneiro’ vitoriano reconheceu que a equipa técnica teve de fazer “um trabalho” com os jogadores para os “motivar” e os fazer entender que “muita coisa boa” feita na quarta-feira pode ser exemplo para o campeonato.

Sem repetir qualquer ‘onze’ nos cinco encontros oficiais já cumpridos, o Vitória prepara-se para disputar o quarto jogo em 11 dias, e Moreno admitiu voltar a ‘trocar’ elemento entre os titulares, quer por “gestão”, quer pela “confiança” no plantel.

“Eles dão-nos certezas de que o rendimento será dentro daquilo que a gente treina para os jogos. Com quatro jogos em poucos dias, é difícil ter o mesmo rendimento com o mesmo ‘onze’. As mudanças devem-se à gestão e à confiança na equipa”, sublinhou.

O treinador referiu ainda que o médio André André, integrado no grupo há pouco mais de uma semana, continua indisponível, por treinar aquém do tempo necessário para "estar ao nível em que precisa” para ajudar o Vitória e admitiu eventuais saídas e entradas de jogadores até ao encerramento do mercado de transferências, em 31 de agosto.

“O mercado está aberto. Há uma comunicação muito presente com quem está à frente do clube. Nada do que acontecer nos vai fazer abanar. Motivar os jogadores para competir é o que conseguimos controlar. Há atletas que poderão entrar e atletas que poderão sair, mas isso acontece a todos os clubes”, disse.

O Vitória de Guimarães e o Estoril Praia, ambos com três pontos, defrontam-se para a segunda jornada da I Liga portuguesa de futebol, em jogo agendado para as 20h30 de amanhã, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, com arbitragem de Cláudio Pereira, da Associação de Futebol do Porto.


Autor: Redaçao/Lusa