twitter

Mariana Machado tricampeã nacional de corta-mato longo

Mariana Machado tricampeã nacional de corta-mato longo
Fotografia DR

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 26 de novembro de 2023, às 14:09

A atleta do SC Braga venceu a 100.ª edição dos campeonatos, em Amora, em 24.24 minutos.

Mariana Machado (Sporting de Braga) conquistou este domingo o título de campeão nacional de corta-mato longo pela terceira vez seguida, ao vencer a 100.ª edição dos campeonatos, em Amora, em 24.24 minutos.

A atleta bracarense, de 23 anos, superou no historial a mãe Albertina Machado, que tem dois títulos, impondo-se nos cerca de oito quilómetros do percurso na Quinta Maria Pires, à queniana Fancy Cherono (Sporting), segunda classificada a cinco segundos, e à espanhola Ester Navarrete (Sporting de Braga), terceira a seis.

Neide Dias (Sporting) foi a quarta a cruzar a meta na prova disputada na 33.ª edição do Corta-Mato Cidade de Amora e assegurou o segundo lugar entre as portuguesas, a 12, enquanto Ana Ferreira (Sporting) encerrou o pódio nacional, a 32. Inês Borba (Sporting) foi a primeira sub-23 a terminar a prova disputada em simultâneo com a absoluta, com o 13.º posto na geral, com o tempo de 25.51.

O Sporting de Braga venceu a classificação coletiva em absolutos femininos, com 16 pontos, menos quatro do que o Sporting, que repetiu a posição alcançada anteriormente no masculino, com 33 pontos, contra os 13 do Benfica.

No setor masculino, Etson Barros (Benfica) arrebatou os títulos de campeão em absolutos e sub-23, com o tempo de 26.56 minutos. O olhanense, de 22 anos, segundo em 2022, sucedeu no historial ao companheiro de equipa Samuel Barata, vencedor das últimas duas edições e hoje ausente para preparar a participação na Maratona de Valência, em Espanha, ao deixar os também benfiquistas André Pereira e Duarte Gomes a um e cinco segundos, respetivamente. Rui Pinto (Sporting), campeão em 2015, 2017 e 2021, ficou fora do pódio, ao concluir no sexto lugar, o quarto entre os portugueses, a 37 segundos de Zakayo e a 13 de Etson Barros.

Antes das corridas de absolutos e sub-23, foram disputados os títulos nacionais de sub-20, com as vitórias de Lourenço Rodrigues (Juventude Ilha Verde) e Diana Fernandes (Feirense), e sub-18, com os triunfos de Manuel Santos (Gira Sol) e Lara Costa (Várzea). As competições absolutas foram antecedidas de uma homenagem a vários dos campeões nacionais de corta-mato, com a presença de antigo atletas como Carlos Lopes, Rosa Mota, Domingos Castro, Paulo Guerra e Carla Sacramento, entre outros.