twitter

Álvaro Djaló: «Há muito respeito mas não temos medo»

Álvaro Djaló: «Há muito respeito mas não temos medo»
Fotografia Avelino Lima

Publicado em 24 de outubro de 2023, às 09:33

O extremo do SC Braga acalentava o sonho de defrontar o Real.

Álvaro Djaló cresceu em Espanha e é natural de Madrid, e no seu imaginário acalentava o sonho de defrontar o Real, algo que vai conseguir hoje, ao serviço do SC Braga em jogo a contar para a Liga dos Campeões.

O jovem extremo garante que tanto ele como o restante grupo de trabalho está tranquilo e prometem dar luta dentro das quatro linhas a este colosso do futebol mundial. «Vamos ter a mesma abordagem que temos nas outras partidas, sem medo, vamos defrontar o adversário olhos nos olhos para tentar fazer o melhor possível para garantir pontos. Respeitamos os jogadores do Real Madrid e estou feliz por defrontá- -los e amanhã [hoje] falamos dentro do campo. A mim não me assusta nada. Há muito respeito, mas não temos medo», garantiu.

O extremo sublinhou que o modo da equipa abordar o jogo, bem como o estilo de jogar. «Vamos ter a mesma abordagem que temos nas outras partidas, sem medo, vamos defrontar o adversário olhos nos olhos para tentar fazer o melhor possível para garantir pontos. Temos de estar tranquilos, desfrutar do jogo e encarar o jogo da melhor maneira», referiu.

Djaló acalenta também esperanças de ser chamado à seleção espanhola e também acredita que hoje poderá marcar frente ao Real Madrid. «Estou a atravessar um bom momento, mas o mais importante é ajudar a equipa. Se fizer golo ou assistência e a equipa ganhar, ficarei feliz».

Djaló confessou ontem que em Espanha torcia pelo FC Barcelona só para “picar” o seu pai, adepto ferrenho do Real Madrid. «O meu pai é merengue, eu apoiava mais o Barça para ‘picar’ o meu pai. Estou feliz por defrontar o Real Madrid e agora quero desfrutar esta oportunidade com grande entusiasmo», realçou o extremo do SC Braga.