twitter

Sub-21 goleiam a Bielorrússia

Sub-21 goleiam a Bielorrússia
Fotografia FPF

Redação

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 14 de outubro de 2023, às 11:08

No jogo disputado no Estádio Cidade de Barcelos.

No Estádio Cidade de Barcelos, Portugal jogou quase toda a primeira parte no meio-campo adversário, tendo aparecido em campo com quatro novidades face ao ‘onze’ do jogo realizado com os bielorrussos na Arménia – os laterais Rodrigo Gomes e Rafael Rodrigues, o médio Dário Essugo e o extremo Francisco Conceição.

Depois de Henrique Araújo acertar na barra aos três minutos, o extremo do FC Porto esteve na origem do golo inaugural dos anfitriões, ao cruzar para o ‘coração’ da área, onde apareceu o defesa central Renato Veiga a cabecear certeiro.

Em vantagem, Portugal continuou a trocar a bola, antes de apostar nos cruzamentos para tentar alvejar a baliza à guarda de Fedor Lapoukhov, mas retirou o ‘pé do acelerador’ e facilitou a tarefa do quinteto defensivo adversário.

Maksim Kasarab, um dos três centrais da linha mais recuada da Bielorrússia, ‘subiu’ à área portuguesa para um canto batido por Andrey Rylach e cabeceou ao ângulo superior esquerdo da baliza defendida por Samuel Soares, selando o empate, ao minuto 25.

O conjunto às ordens do selecionador Rui Jorge permaneceu instalado no meio-campo adversário, mas a demora na circulação da bola e a insistência nos cruzamentos facilitou a tarefa defensiva bielorrussa, até que, ao minuto 34, Fábio Silva desviou para o segundo golo luso no ‘coração’ da área, assistido por Rafael Rodrigues.

Portugal soltou-se a partir daí e criou mais espaços para entrar na área, circunstância que Francisco Conceição aproveitou para, em lance individual, se enquadrar com a baliza e dilatar a vantagem lusa, num remate rasteiro, aos 41 minutos. A supremacia portuguesa continuou incontestável na segunda parte e, apesar dos sucessivos erros no último passe, a seleção chegou ao quarto golo ainda no primeiro quarto de hora, aos 59 minutos, quando Fábio Silva chegou à linha final e atrasou rasteiro para o desvio também rasteiro de Paulo Bernardo, com a bola colocada junto ao poste esquerdo.

Com as substituições de um lado e de outro na última meia hora, a equipa de Rui Jorge geriu o resultado em terrenos avançados, ameaçou o quinto golo num cruzamento de Hugo Félix, aos 76 minutos, e avolumou mesmo o resultado num remate de longe de Mateus Fernandes, aos 80, e num outro de Rodrigo Gomes, no interior da área, aos 87.