twitter

PSP detém suspeito de assaltos a bombas em Braga

PSP detém suspeito de assaltos a bombas em Braga
Fotografia

Publicado em 22 de agosto de 2020, às 10:44

Investigação da PSP.

A Polícia de Segurança Pública (PSP) de Braga deteve ontem indivíduo suspeito de ter assaltado, sob ameaça de faca, pelo menos duas estações de serviço no centro da cidade de Braga. Ao que apurou este jornal, junto de fonte da PSP, o indivíduo tem vários antecedentes criminais, tendo mesmo cumprido pena de 14 anos por ter sido cúmplice num crime de homicídio na Póvoa de Lanhoso. Com 38 anos de idade, o indivíduo assaltou as estações de serviço na avenida Padre Júlio Fragata e João XXI. Numa das estações de serviço, a PSP de Braga descreve que a funcionária assaltada «foi encontrada pela polícia em estado de choque» depois de ter sido ameaçada e obrigada a emitir talões de pagamento “PlaySafeCard” no valor global de 500 euros. O suspeito terá usado uma arma branca para proceder ao assalto, que além dos talões também envolveu o roubo de «alguns maços de tabaco expostos e moedas depositadas numa caixa sobre o balcão». Através do visionamento das imagens de videovigilância, pelas características fisionómicas do suspeito, bem como graças a e outras diligências processuais, a PSP de Braga identificou o homem entretanto detido. A PSP descreve, por fim, que na residência do suspeito foram também apreendidos «diversos produtos resultantes do crime, vestuário e um velocípede, utilizados na prática deste e outros crimes similares». Conhecido como "Branquinho", o indivíduo também estava indiciado por suspeita de ter incendiado o quarto dos pais, em São Mamede de Este, Braga, para os matar. O indivíduo foi presente ao juiz de Instrução Criminal.  
Autor: Nuno Cerqueira