twitter

PJ detém suspeito de atear cinco fogos em Braga

PJ detém suspeito de atear cinco fogos em Braga
Fotografia

Publicado em 25 de agosto de 2020, às 15:56

Os incêndios foram ateados pelo arguido com recurso a chama direta.

A Polícia Judiciária (PJ) deteve na segunda-feira um homem, de 64 anos, suspeito de atear este mês cinco incêndios florestais em Braga, adiantou hoje aquela força policial. Em comunicado, a PJ explica que os incêndios ocorreram "numa freguesia da cidade de Braga, no período compreendido entre os dias 12 e 22 de agosto”. Segundo a PJ de Braga, "os incêndios foram ateados pelo arguido com recurso a chama direta" e "tiveram início na vegetação arbustiva e herbácea existente num lote de terreno, colocando em perigo habitações ali construídas em lotes adjacentes, bem como várias viaturas automóveis estacionadas nas proximidades, e ainda os equipamentos públicos para recolha de resíduos ali colocados". "O terreno onde ocorreram os incêndios está inserido na malha urbana da cidade de Braga", lê-se. Após atear os fogos, refere a PJ, "o arguido abandonou o local, assim se conformando com a propagação do incêndio, e as consequências nefastas que daí poderiam advir". A PJ explica ainda que as diligências realizadas "permitiram a recolha de substanciais elementos de prova, que conduziram à detenção fora de flagrante delito". O detido vai ser hoje presente às autoridades judiciárias competentes para interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.
Autor: Redação/Lusa