twitter

Braga vai capacitar comunidade educativa para lidar com doença oncológica

Braga vai capacitar comunidade educativa para lidar com doença oncológica
Fotografia

Publicado em 06 de fevereiro de 2023, às 15:49

O projeto visa capacitar professores e educadores para ajudarem os alunos a lidar com a doença.

A Câmara Municipal de Braga e a Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) assinaram esta segunda-feira um protocolo que visa promover um maior conhecimento sobre a doença oncológica, bem como a adoção de estilos de vida mais saudáveis. A iniciativa vai incidir sobre os Agrupamentos de Escolas do concelho.

Durante a cerimónia, realizada no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a vice-presidente da Câmara Municipal, Sameiro Araújo, explicou que esta parceria vai possibilitar a dinamização de atividades em contexto escolar que visam a prevenção do cancro. “É importante que se promova este tipo de iniciativas junto da comunidade educativa por forma a facilitar o aumento da literacia em saúde e, assim, fazer com que os alunos possam fazer escolhas conscientes e informadas”, referiu a profissional.

Ao mesmo tempo, o protocolo tenciona colmatar uma lacuna de formação de professores e educadores de como lidar com a doença oncológica no aluno ou no agregado familiar: “visando a capacitação destes profissionais da educação, no sentido de auxiliar o aluno na sua vivência pessoal ou de elementos do seu agregado familiar”.

Do Núcleo Regional do Norte da LPCC, o representante Vítor Veloso frisou que este trabalho vai ajudar a levar a mensagem até aos mais novos, em concreto aos alunos do pré-escolar e 1º ciclo. A LPCC vai disponibilizar para este grupo o livro “Os Superpoderes da Júlia”, ferramenta que pretende ajudar os professores e educadores a explicar o cancro aos mais novos.

Paralelamente, a autarquia bracarense assinou um protocolo de colaboração com a Associação Rosa Vida, no âmbito do “Pulsar – Programa Municipal de Atividade Física para Doentes Oncológicos”. Além da componente física, os utentes deste programa vão poder usufruir de hidroterapia e pilates clínico. A constituição de um banco de próteses é outra das novidades.


Autor: