twitter

Arcebispo alerta que valorização dos Sacro Montes deve ter também em conta a sua realidade e história

Arcebispo alerta que valorização dos Sacro Montes deve ter também em conta a sua realidade e história
Fotografia

Publicado em 22 de março de 2021, às 11:25

D. Jorge Ortiga lembra que há mais pontos de interesse neste processo do que as árvores ou os trilhos.

O Arcebispo de Braga referiu-se ontem ao Programa Intermunicipal dos Sacro Montes, que envolve os municípios de Braga e Guimarães, lembrando que o mesmo deve também ter em conta a sua realidade e história. «Vejo, da parte da Câmara Municipal de Braga e de Guimarães, empenho nos Sacro Montes, mas dá-me a impressão que estão mais empenhados nos trilhos e nas árvores e estão a esquecer um pouco a realidade dos Sacro Montes e que hoje existe fruto de uma história», disse D. Jorge Ortiga, durante a sua intervenção na ação de plantação promovida ontem no Bom Jesus pela Confraria. Na ocasião, o prelado lembrou que «as primeiras árvores foram plantadas há mais de cem anos, a partir de Santuários concretos», pelo que «teremos que integrar e empenhar-nos num compromisso de todos para que tudo isto possa ser comunicado aos outros».
Autor: Rita Cunha