twitter

Congresso do PSD em setembro será em Braga

Congresso do PSD em setembro será em Braga
Fotografia PSD

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 09 de julho de 2024, às 11:35

Diretas para a liderança do partido decorrem no mesmo mês

O Conselho Nacional do PSD aprovou hoje a realização de diretas para a liderança do partido em 06 de setembro, seguidas de Congresso entre 21 e 22 de setembro, em Braga.

Este calendário eleitoral proposto pela Comissão Política Nacional do PSD foi aprovado, apenas com uma abstenção, na reunião do Conselho Nacional deste partido, órgão máximo entre congressos, disse à Lusa fonte social-democrata.

O atual primeiro-ministro, Luís Montenegro, vai recandidatar-se a um segundo mandato de dois anos como presidente do PSD, partido que lidera desde 2022.

O Conselho Nacional do PSD esteve reunido num hotel de Lisboa durante duas horas, entre cerca das 21:30 e as 23:30.

A realização de diretas e de um congresso eletivo durante este ano decorre dos estatutos do PSD, que estabelecem que os mandatos dos órgãos eletivos do partido são de dois anos, contando-se a sua duração a partir da data da eleição.

Luís Montenegro venceu com 72,5% dos votos as eleições diretas de 28 de maio de 2022, que disputou com Jorge Moreira da Silva, e os atuais órgãos nacionais do partido foram eleitos no congresso realizado entre 01 e 03 de julho desse ano, no Porto.

Prestes a concluir os seus dois anos de mandato como presidente do PSD, tornou-se primeiro-ministro, à frente de um executivo minoritário de coligação com o CDS-PP, na sequência das legislativas antecipadas de 10 de março deste ano.

O XXIV Governo, chefiado por Luís Montenegro, que tomou posse em 02 de abril, tem o apoio de 80 deputados – 78 do PSD e 2 do CDS-PP – em 230, num parlamento em que o PS tem 78 lugares, o Chega 50, a IL 8, o BE 5, PCP 4, Livre também 4 e PAN 1.

Devido às eleições europeias de 09 de junho, já estava previsto que as próximas diretas e o Congresso do PSD se realizassem mais tarde, a partir de setembro.