twitter

Cerca de 20 grávidas recebem benção pelo dom da vida na Igreja de S. Lázaro

Cerca de 20 grávidas recebem benção  pelo dom da vida na Igreja de S. Lázaro
Fotografia DR

Carla Esteves

Jornalista

Publicado em 21 de abril de 2024, às 17:06

Festa de Santa Joana Beretta Molla

A Igreja de S. Lázaro encheu-se hoje de futuras mães que participaram na missa das 11h30 para receber a benção de Santa Joana Beretta Molla, padroeira da Associação Famílias, mãe e médica, que morreu para salvar a vida da filha.

Transportando nos seus ventres a esperança de uma nova vida, as cerca de duas dezenas de grávidas presentes na celebração pediram  proteção divina para os seus bebés e uma “hora pequenina”, juntando-se a outras mães que já levavam ao colo os seus filhos, muitos deles tinham sido benzidos ainda nas suas barrigas, aquando da benção em anos anteriores.

Às mães expectantes juntaram-se na cerimónia, os pais, irmãos e outros familiares dos bebés que irão nascer, além de famílias e crianças que  participaram em anteriores cerimónias. Neste grupo congregaram-se ainda três dezenas de casais que estão a realizar a preparação para o matrimónio.

Na sua homilia, o pároco de S. Lázaro, padre Rúben da Cruz, louvou o dom da vida, desde o início, no ventre materno, e propôs aos presentes que reflitam acerca do seu papel na jornada da vida e na construção da mesma.

Durante a benção das grávidas, e no decorrer de uma cerimónia marcada pela alegria e pela comoção o sacerdote pediu a Deus, por interceção de Santa Joana, um parto feliz para as jovens mães. De velas acesas, qual chama da vida, as jovens aguardaram depois pelo sinal da cruz que o sacerdote “desenhou” nas suas testas.

No final da celebração, Carlos Aguiar Gomes, fundador da Associação Famílias, que promove esta celebração juntamente com a Pastoral da Família da Zona de Braga, considerou que «esta é uma festa importante para todos aqueles que estão empenhados na defesa da vida humana desde a conceção», lembrando que «esta Santa do nosso tempo era médica pediatra e sabendo, na sua quarta gravidez, do gravíssimo risco que estava a correr, optou por salvar a vida da sua filha».

Celebrada há 20 anos, na Igreja de S. Lázaro, mesmo durante o período de pandemia (em que a benção foi realizada via internet), esta benção ganhou nos últimos anos uma nova força com a associação das crianças anteriormente benzidas.

«Mais curioso ainda é que na sequência desta benção já temos muitas meninas que se chamam Joana», contou.

O atual presidente da Associação famílias, Filipe Amorim, assegurou que a celebração será para continuar

Patrícia Oliveira e Hugo Novais, um dos jovens casais que, ontem, foram abençoados na Igreja de São Lázaro, aguardam ansiosamente o nascimento do pequeno Duarte, previsto para daqui a cerca de dois meses.

«Viemos pedir a benção para que tudo corra bem, para que seja um bebé saudável e para que o parto seja feliz», revelaram os jovens papás, realçando que «foi uma cerimónia muito emocionante».