twitter

Festival de música eletrónica e arte digital Semibreve entre hoje e domingo em Braga

Festival de música eletrónica e arte digital Semibreve entre hoje e domingo em Braga
Fotografia DR

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 26 de outubro de 2023, às 09:09

Clarice Jensen, Loraine James, Thomas Ankersmith e Nexcyia estão entre os artistas que atuam na 13.ª edição do festival de música eletrónica e arte digital Semibreve, que se realiza entre hoje e domingo em Braga.

Um dos destaques desta edição é a estreia mundial da colaboração entre a compositora de Jerusalém Maya Shenfeld e o artista visual português Pedro Maia, na sexta-feira, no Theatro Circo.

O novo espetáculo de Maya Shenfeld e Pedro Maia, ambos radicados em Berlim, foi concluído após um período de residência em Portugal e é baseado no novo álbum de Maya, “Under the Sun”.

O espetáculo resulta de uma encomenda artística do festival Semibreve, no âmbito do programa colaborativo “Reimagine Europe - New Perspectives for Action”.

Esta edição conta também com a estreia nacional do filme-concerto “Gift”, do japonês Ryûsuke Hamaguchi, com atuação ao vivo da compositora e intérprete Eiko Ishibashi, também na sexta-feira, no Theatro Circo.

Eiko Ishibashi é uma multi-instrumentista japonesa que trabalha com bandas sonoras para filmes e televisão, mas também em contextos de música improvisada. É autora da banda sonora de “Drive My Car”, de Ryûsuke Hamaguchi, que venceu o Óscar para Melhor Filme Internacional no ano passado.

O cartaz da 13.ª edição do Semibreve inclui também a violoncelista norte-americana Clarice Jensen, o artista holandês Thomas Ankersmit, as produtoras britânicas Loraine James e Beatrice Dillon e os portugueses Inês Malheiro e DJ Lince, entre muitos outros.

“Para além do programa de música, o Semibreve apresenta ainda um programa de instalações, conversas e 'workshops'. ‘God Mode (ep.01)’, do duo sediado em Berlim e Londres dmstfctn, é o trabalho vencedor da nova edição do Edigma Semibreve Award, prémio que celebra e promove a criação de trabalhos que explorem a interatividade, o som e a imagem suportados através da utilização de tecnologias digitais”, de acordo com a organização.

Os passes para a 13.ª edição do Semibreve, que acontece no Theatro Circo, estão esgotados, havendo ainda bilhetes diários, que estão disponíveis no site oficial do festival, em www.festivalsemibreve.com, onde é possível também consultar-se toda a programação.