Fotografia: DR

Casa da Animação espera que nomeação aos Óscares traga mais atenção ao setor em Portugal

A curta-metragem de animação “Ice Merchants”, de João Gonzalez, está nomeada para os Óscares.

Redação/Lusa
24 Jan 2023

A presidente da Casa da Animação, Regina Machado, realçou que se fez história esta terça-feira com a nomeação de “Ice Merchants”, de João Gonzalez, para os Óscares. Salientou ainda que a escolha mostra a relevância da animação portuguesa.

«Fez-se história [com a primeira nomeação de um filme de produção maioritária portuguesa para os Óscares]. E começou por uma animação, isso é a prova viva de que a animação tem de ser vista como cinema e não como uma técnica de cinema», afirmou à Lusa Regina Machado, que começou o telefonema a assumir que estava de lágrimas nos olhos. A dirigente da Casa da Animação acrescentou que é «bom que as pessoas estejam cada vez mais atentas ao cinema de animação nacional», enaltecendo o «talento» do realizador e dando os parabéns quer a Gonzalez quer à produtora Cola Animation.

A curta-metragem de animação “Ice Merchants”, de João Gonzalez, está nomeada para os Óscares, o que é inédito para o cinema português, segundo a lista de nomeados hoje anunciada. Pela primeira vez, há um filme de produção portuguesa a integrar os nomeados para os Óscares, com “Ice Merchants”, realizado por João Gonzalez, candidato ao prémio de melhor curta-metragem de animação.

Para o Óscar de melhor curta-metragem de animação estão ainda nomeados “The Boy, the Mole, the Fox and the Horse”, de Charlie Mackesy e Matthew Freud, “The Flying Sailor”, de Amanda Forbis e Wendy Tilby, “My Year of Dicks”, de Sara Gunnarsdóttir, e “An Ostrich Told Me the World Is Fake and I Think I Believe It”, de Lachlan Pendragon.

“Ice Merchants” é o terceiro filme de João Gonzalez, tem produção portuguesa de Bruno Caetano, pela Cola Animation, e coprodução com França e Reino Unido. O filme, sem diálogos, tem como ponto de partida a imagem de uma casa numa montanha, debruçada num precipício. A partir daí, o realizador desenvolveu a história de um pai e um filho, que produzem gelo na casa inóspita onde vivem, e de onde saltam todos os dias de paraquedas para o vender na aldeia, no sopé da montanha. João Gonzalez assina a realização e a banda sonora do filme e divide a animação, em 2D, com a polaca Ala Nunu.





Notícias relacionadas


Scroll Up