Fotografia: LUSA/EPA/ALEX PLAVEVSKI

Covid-19: Pelo menos 13.000 pessoas morreram na China na última semana

China relaxou as regras contra a covid-19 após protestos.

Agência Lusa
22 Jan 2023

As autoridades de saúde chinesas confirmaram pelo menos 13.000 mortes relacionadas com a covid-19, segundo o último balanço oficial relativo ao período de 13 e 19 de janeiro.

Os dados dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) do país indicam que 681 doentes morreram no hospital devido a insuficiência respiratória causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, que provoca a covid-19, enquanto 11.977 morreram devido ao agravamento de patologias prévias devido à covid-19.

Desde 19 de janeiro, 472.000 doentes foram hospitalizados com covid-19 na China, dos quais cerca de 51.700 em estado grave, segundo o balanço dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças divulgado pela agência oficial China News Service.

O balanço é divulgado depois do Ministério da Cultura e Turismo da China ter anunciado no sábado que as viagens de grupo para fins turísticos serão retomadas em 06 de fevereiro para 20 países.

As viagens de grupo de cidadãos chineses, organizadas por agências de viagens e operadores turísticos em linha, serão novamente autorizadas como parte da política da China de aliviar as suas restrições contra a pandemia de covid-19.





Notícias relacionadas


Scroll Up