Fotografia: LUSA/EPA/VALDA KALNINA

Ucrânia insta aliados a “pensar mais rápido” sobre fornecimento de apoio

“Cada dia de atraso é a morte de mais ucranianos”.

Agência Lusa
21 Jan 2023

O principal assessor do gabinete do presidente ucraniano, Mijkhailo Podolyak, instou os aliados de Kiev a “pensar mais rápido” no que concerne a disponibilizar apoio ao país, vincando que a indecisão está a provocar mortes.

“A indecisão está a matar mais gente do nosso povo”, afirmou Podolyak nas redes sociais, instando os aliados da Ucrânia a “pensar mais rápido” no que concerne à disponibilização de apoio.

“Cada dia de atraso é a morte de mais ucranianos”, vincou o assessor.

Na quinta-feira, o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenski, afirmou que o país terá que lutar pelo fornecimento de tanques modernos.

O Presidente ucraniano adiantou, na quinta-feira, que vários países europeus, incluindo Portugal, estão disponíveis para fornecer tanques de guerra ocidentais, como o ‘Leopard 2’, o que necessita de autorização por parte da Alemanha.

O chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas (CEMGFA), almirante Silva Ribeiro, indicou esta sexta-feira que Portugal tem 37 tanques Leopard, mas recusou comentar quantos poderão ser enviados para a Ucrânia.

“Sobre os Leopard, temos 37”, afirmou Silva Ribeiro numa conferência de imprensa conjunta no âmbito da visita a Portugal do presidente do Comité Militar da NATO, almirante Rob Bauer.





Notícias relacionadas


Scroll Up