Fotografia: GNR

Mulher constituída arguida por furtos em residências em Melgaço

Foram apreendidas 27 peças em ouro, um casaco e um frasco de perfume.

20 Jan 2023

O Comando Territorial de Viana do Castelo, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Valença, constituiu arguida, no dia 18 de janeiro, uma mulher de 25 anos por furtos em residências, no concelho de Melgaço. A informação é avançada pela Guarda Nacional Republicana (GNR).

Em comunicado, a GNR adianta que, «no âmbito de uma investigação que decorria há cerca de dois meses por furtos em residências, nos concelhos de Melgaço e Monção, os militares da Guarda realizaram diversas diligências que levaram à identificação da suspeita e que culminaram com o cumprimento de três mandados de busca, duas domiciliárias e um em veículo, no decorrer dos quais foram recuperados diversos objetos furtados». Da ação resultou a apreensão de dez pares de brincos em ouro, nove medalhas em ouro, cinco fios em ouro, uma pulseira em ouro, uma aliança em ouro, um anel em ouro, um casaco e um frasco de perfume.

A suspeita já contava com antecedentes criminais por ilícitos da mesma natureza. Foi constituída arguida e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Arcos de Monção.





Notícias relacionadas


Scroll Up