Fotografia: DM

Exposição no Palácio do Raio revela a Braga 19 viagens artísticas pela obra de Saramago

A mostra revela os projetos vencedores na área das artes plásticas e visuais do ACTUM 3.

Carla Esteves
15 Jan 2023

Uma “Viagem por Saramago”, pelo seu universo, pela sua obra e pelos seus “lugares” é o que propõe a exposição que foi inaugurada este sábado no Palácio do Raio, e que apresenta os 19 trabalhos vencedores na área das Artes Plásticas e Visuais do ACTUM 3, o programa promovido pelo Município de Braga com o objetivo de dinamizar o setor cultural e criativo.

Durante as suas intervenções, os responsáveis da Misericórdia de Braga, da Câmara Municipal de Braga e da Zet Gallery elogiaram o trabalho em rede em torno da cultura que vem sendo realizado no concelho e mostraram-se disponíveis para futuras iniciativas conjuntas, lembrando que só assim se «constrói Braga como cidade de cultura».

O provedor da Santa Casa da Misericórdia de Braga, Bernardo Reis, enalteceu precisamente o impulso que a autarquia bracarense tem dado à cultura e à divulgação da história e património bracarenses, num trabalho em rede feito com as instituições da cidade. «A união de sinergias e o trabaho em rede são a melhor forma de trabalhar a cultura na nossa cidade», sustentou, considerando que «o mote desta exposição do ACTUM3 traduz exatamente esta vontade em promover a arte e apoiar os artistas». «Sendo a primeira exposição termporária que inauguramos este ano, é também uma honra acolher obras de arte que traduzem interpretações diferentes do vasto legado literário deixado por José Saramago», disse Bernardo Reis.

Por seu turno, a curadora do Centro Interpretativo Memórias da Misericórdia de Braga, Marta Lobo de Araújo, considerou que «é esta multiplicidade de viagens por Saramago que esta exposição nos convoca todos nós a percorrer». Salientou ainda que «são os artistas, pela multiplicidade das suas abordagens que nos convocam para a reflexão crítica».

Também Helena Mendes Pereira, curadora da exposição, enalteceu as vantagens do trabalho em parceria, «num território que será sempre capital de cultura». Sendo a terceira vez que a Zet Gallery se associa à iniciativa ACTUM 3, a curadora considerou que as candidaturas têm vindo a crescer, permitindo identificar os agentes culturais da cidade. Para a curadora os 19 artistas presentes na mostra refletem duas tendências da cidade e do território a que pertencem: a multiculturalidade, pois têm várias nacionalidades, e a diversidade de propostas que apresentam e que “cobrem” diferentes técnicas artísticas. «Estas 19 obras refletem a densidade saramaguiana e a pluralidade deste autor», sustentou.





Notícias relacionadas


Scroll Up