Fotografia: GNR

GNR apreende mais de 120 mil cigarros em Famalicão e Santo Tirso

Foi ainda identificado um homem de 64 anos por alegada introdução fraudulenta no consumo.

Redação/Lusa
14 Jan 2023

A GNR apreendeu mais de 120 mil cigarros, cujo valor ascende a 28 mil euros em Santo Tirso e Famalicão, anunciou a polícia militar. Foi ainda identificado um homem de 64 anos por alegada introdução fraudulenta no consumo.

Em comunicado, a Unidade de Ação Fiscal da GNR do Porto refere que a investigação que conduziu a esta apreensão decorria há 11 meses, tendo nome de “Operação Condomínio”. No total foram apreendidos 120 662 cigarros, 3 725 euros em dinheiro, 11 quilos de folha de tabaco triturado que daria para produzir 11 mil cigarros, 3,6 litros de aguardente, 2,3 litros de vinho licoroso e um telemóvel.

De acordo com a polícia militar, foi identificado, na quinta-feira, um homem de 64 anos, suspeito de introdução fraudulenta no consumo, nos concelhos de Santo Tirso (distrito do Porto) e de Vila Nova de Famalicão (distrito de Braga). Nesta operação foi dado cumprimento a nove mandados de busca em residências, um estabelecimento, uma empresa, bem como em veículos. «O valor do tabaco apreendido ascende aos 28 mil euros, sendo que a sua comercialização ilícita teria causado um prejuízo ao Estado em sede de Imposto sobre o Tabaco (IT) num valor de 25 mil euros», lê-se no comunicado da GNR.

Os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Santo Tirso.





Notícias relacionadas


Scroll Up