Fotografia: Avelino Lima

D. Delfim Gomes: «O verbo dar tem-me acompanhado ao longo da vida»

D. Delfim, emocionado, explicou o sentido da sua escolha.

Francisco de Assis
5 Dez 2022

Já com a mitra e o báculo bispal, o novo Bispo Titular de Dume e Auxiliar de Braga dirigiu-se à assembleia para, por um lado, agradecer a Deus e a presença das mais diversas personalidades civis e religiosas, mas também para explicar o lema do seu episcopado: “É dando que se recebe”, de S. Francisco de Assis.

Após enumerar as principais autoridades civis e religiosas, bem como instituições, familiares e amigos D. Delfim Gomes explicou a sua escolha. «O verbo dar tem-me acompanhado ao longo da vida. Dei-me, continuarei a dar-me, porque “é dando que se recebe”», disse, prosseguindo: «O ramo de oliveira, plasmado em todas as insígnias, recordar-me-á de onde sou, a terra que me viu nascer, crescer, me nutriu e me mimou. O ministério do bispo realiza-se em entrega crucificada (no dizer do amigo Avelino Leite) e eu acrescento, no anúncio da Palavra de Deus, como necessidade vital, na fidelidade à Igreja, como promessa e união, no convite à santidade, como programa de vida, e na missão de pastor em nome de Deus, como serviço vigilante e atento a todos», prometeu.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up