Fotografia: Francisco Azevedo/Defesa de Espinho

Diretor do jornal Defesa de Espinho, Lúcio Alberto Correia, morre aos 62 anos

A causa da morte foram complicações de saúde inesperadas.

Redação/Lusa
4 Dez 2022

O diretor do jornal Defesa de Espinho, Lúcio Alberto Correia, morreu este sábado aos 62 anos, em Vila Nova de Gaia. A causa da morte foram complicações de saúde inesperadas, disse à Lusa fonte ligada ao periódico.

De acordo com Rui Alas Pereira, jornalista e amigo de Lúcio Alberto Correia, a morte ocorreu ao fim da tarde, no Hospital Santos Silva, em Vila Nova de Gaia.

Nascido a 19 de fevereiro de 1960, Lúcio Correia era diretor do jornal Defesa de Espinho, no distrito de Aveiro, há mais de 20 anos. Com uma carreira de 35 anos no jornalismo, Lúcio Correia começou no jornal O Comércio do Porto, na década de 1980, ainda na Avenida dos Aliados, e passou pelo jornal O Primeiro de Janeiro e pel’O Norte Desportivo, entre outras publicações com as quais colaborou.

Fundado em 1932, por Benjamim da Costa Dias, o jornal Defesa de Espinho tem difusão na região e no estrangeiro, junto das comunidades portuguesas originárias daquela cidade.





Notícias relacionadas


Scroll Up