Espaço do Diário do Minho

IX Gala do Desporto bracarense…

25 Nov 2022
Carlos Mangas

Andebol, atletismo, automobilismo, basquetebol, bilhar, boccia, boxe, canoagem, dança desportiva, futebol, futsal, karaté, kikboxing, montanhismo, escalada, natação, orientação, padel, patinagem, taekwondo, ténis e tiro. Quem conseguiu ler até aqui deve interrogar-se se estarei a descrever as modalidades que integram os Jogos Olímpicos em 2024. Não, são apenas e só, modalidades em que a cidade e o concelho têm, entre atletas e treinadores, campeões nacionais, europeus e/ou mundiais.

Realizada no início desta semana, a IX Gala do Desporto de Braga serviu para, muito justamente, homenagear “aqueles que por obras valerosas, se vão da lei da morte libertando” – como dizia, Luís de Camões.

Confesso ter sido agradavelmente surpreendido pelo número de campeões e modalidades em que o concelho de Braga se destaca nacional e internacionalmente. O apresentador do evento – Cândido Costa – contrariamente ao esperado, não contou as histórias que o levaram ao mediatismo atual, aproveitando ao invés, para dar alguns conselhos aos inúmeros campeões presentes. Gostei de o ouvir alertar para os perigos do endeusamento que muitos jovens campeões poderão sentir. Estas “dicas” vindas de alguém que já passou no alto rendimento, e numa modalidade que leva alguns, poucos, à independência financeira, penso terem sido importantes, se apreendidos por aqueles que sabem – a maioria esmagadora dos presentes – que quando terminarem a carreira desportiva terão de recomeçar nova vida, talvez, numa área completamente distinta. Até nisso, Cândido Costa está a ser um exemplo.

No meio de tantos campeões, será injusto destacar uns em detrimento de outros, até porque, cada caso é uno e nunca saberemos o enorme sacrifício que muitos/as fazem para obter os resultados que lhes permitiram ser hoje homenageados. No entanto, entendo da mais elementar justiça, realçar dois momentos do evento, até pelo merecido aplauso, em pé, de todos os presentes.

Foi justa e bonita a homenagem que a Câmara Municipal de Braga (CMB) entendeu fazer a um dos embaixadores do desporto local e nacional. Refiro-me ao Comendador José Carlos Macedo que recentemente deu por concluída a sua brilhante carreira na modalidade de boccia e que sempre (e)levou o nome de Portugal e a nossa bandeira, bem longe, em Jogos Olímpicos, Campeonatos do Mundo e da Europa.

A entrega do prémio de excelência originou outro momento de exaltação e comoção da plateia. Manifestamente surpreendido pelas imagens que iam passando na tela, o selecionador bicampeão europeu, mundial e da finalíssima – Jorge Braz – recebeu da cidade que o acolheu profissionalmente, como docente e treinador, o prémio devido a quem tanto tem feito em prol do futsal e do desporto nacional e internacional, com uma postura e ética irrepreensíveis. Faltou apenas, em meu entender, surgir no ecrã uma das suas curtas, intensas e famosas intervenções numa pausa técnica.

Parabéns à CMB por continuar a mostrar (e a apoiar) a raça e a nata dos Desportistas de Bracara Augusta.



Mais de Carlos Mangas

Carlos Mangas - 11 Nov 2022

Embora não no ativo – como treinador – continuo a acompanhar tudo o que diz respeito ao futebol de formação. Semanalmente, ouço histórias atuais que vivenciei, também, em tempos idos. Ao que consta, jovens praticantes, pais, treinadores e prospetores, continuam a dar “tiros nos pés”. Se a tudo isto juntarmos alguns quadros competitivos inadequados, temos […]

Carlos Mangas - 7 Out 2022

Comemorou-se esta semana o Dia Mundial do Professor. A data, 5 de outubro, escolhida pela UNESCO em 1994, coincide no nosso país com a comemoração da implantação da república. Atendendo à importância da efeméride – implantação da república – as altas individualidades políticas do nosso país fazem os habituais discursos, muitas vezes inócuos, esquecendo a […]

Carlos Mangas - 23 Set 2022

Quando da convocatória para o duplo confronto da seleção nacional de futebol, uma outra representação nacional encontrava-se na Argentina a disputar a Finalíssima de Futsal. Penso ter sido esta conjugação de fatores que levou a marcar a Gala das Quinas de Ouro para momento posterior (à conquista da) Finalíssima de Futsal e anterior aos jogos […]


Scroll Up