Fotografia: DR

Cruz Vermelha conta celebrar a Páscoa na “nova” sede

O deputado municipal Joaquim Barbosa disse que «Braga seria muito diferente sem a Cruz Vermelha, para pior».

Carla Esteves
24 Nov 2022

O presidente da Cruz Vermelha de Braga, Armando Osório, acredita que a próxima Páscoa já será passada na reabilitada sede da instituição, na Avenida 31 de janeiro. Armando Osório lembrou que o prazo inicial para a realização da obra era de 12 meses, mas admitiu que com a falta de mão de obra e falta de meios com que as empresas de construção se viram a braços, não é possível «exigir milagres».

Durante o Trio de Quatro de ontem, Armando Osório recordou todo o processo que esteve na origem da intervenção naquele edifício unifamiliar construído nos anos 20 do século passado. «Estava em ruína, não tinha condições de funcionamento para receber os utentes, não tinha condições de trabalho e tinha consumos energéticos enormes. E depois de uma travessia de 2011 até 2018, em que tivemos que pagar muitas dívidas que herdámos, de termos organizado o serviço, um caminho já muito grande como forma de criar condições de funcionamento, criar uma gestão autónoma da direção, uma separação de poderes rigorosa, iniciámos esse projeto», contou.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up