Fotografia:

Centro de Alojamento Temporário da Cruz Vermelha corre o risco de encerrar

O futuro do Centro de Alojamento Temporário (CAT) Dr. Francisco Alvim esteve no centro do Trio de Quatro de ontem.

24 Nov 2022

Atualmente o Centro de Alojamento Temporário (CAT) Dr. Francisco Alvim representa para a Cruz Vermelha de Braga um prejuízo médio anual de 50 mil euros, tendo figurado, nos últimos dez anos, perdas financeiras na ordem dos 500 mil euros. No CAT residem atualmente 47 sem-abrigo sem qualquer retaguarda familiar, cuja situação corre sérios riscos, caso o Estado não intervenha.

Durante o Trio de Quatro, moderado pelo diretor do Diário do Minho, Damião Pereira, o convidado adiantou que «a Segurança Social tem demonstrado toda a vontade em resolver o problema», estando já marcada uma reunião, no próximo dia 29 de novembro, em Lisboa, em que ficará decidido o futuro desta valência que tem sido fundamental para promover a qualidade de vida de muitos utentes sem-abrigo, facultando acolhimento temporário, e sensibilizando estas pessoas para a importância da construção e prossecução de um projeto de vida.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up