Fotografia: JOSÉ COELHO/LUSA

Censos 2021. Mais de 1,6 milhões de portugueses estiveram emigrados e voltaram

Estes antigos emigrantes voltaram maioritariamente para o interior das regiões norte e centro e na Região Autónoma da Madeira.

Agência Lusa
23 Nov 2022

Mais de 1,6 milhões de portugueses residentes em Portugal estiveram pelo menos durante um ano emigrados, sendo a França o principal país de proveniência destes cidadãos, de acordo com os dados definitivos dos Censos de 2021.

Segundo os valores avançados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), em 2021 residiam em Portugal 1.608.094 portugueses que viveram num outro país por um período contínuo de pelo menos um ano.

Estes antigos emigrantes portugueses voltaram maioritariamente para o interior das regiões norte e centro e na Região Autónoma da Madeira.

Trata-se de portugueses que regressaram ao país de origem após um período de emigração em França (23,2%), Angola (14,0%), Suíça (8,1%), Brasil (7,2%), Moçambique (6,5%) e Alemanha (6,3%).

De acordo com o INE, Portugal perdeu 2,1% da população entre 2011 e 2021, invertendo a tendência de crescimento registada nas últimas décadas.

“Residiam em Portugal, à data do momento censitário, dia 19 de abril de 2021, 10.343.066 pessoas (4.920.220 homens e 5.422.846 mulheres), o que representa um decréscimo de 2,1% face a 2011”, adiantou o Instituto Nacional de Estatística.





Notícias relacionadas


Scroll Up