Fotografia: EPA/ANTONIO PEDRO SANTOS

Mundial 2022. João Mário diz que entrevista de Ronaldo não traz mais pressão

A conversa com os jornalistas, na Cidade do Futebol, em Oeiras, ficou marcada por questões relacionadas com os excertos que têm sido divulgados da entrevista dada por Cristiano Ronaldo.

Agência Lusa
15 Nov 2022

O futebolista João Mário considerou hoje que a entrevista polémica dada recentemente por Cristiano Ronaldo “não traz mais pressão” para a seleção portuguesa, que prepara a participação no Mundial2022, visto que costuma ter as atenções viradas para si.

“Sobre a questão Ronaldo, há pouco a dizer. Não é a primeira vez que um jogador chega com problemas no clube e isso é tudo anulado [aqui na seleção]. Pensamos no objetivo coletivo e há pouco a dizer sobre isso. Quando chegamos a seleção é um outro grupo, portanto tentamos focar naquilo que é o mais importante. Não acredito que traga mais pressão, nem para ele, nem para os outros. Não acredito que traga mais pressão a ninguém”, começou por dizer o médio, de 29 anos, em conferência de imprensa.

Como já se previa, a conversa com os jornalistas, na Cidade do Futebol, em Oeiras, ficou marcada por questões relacionadas com os excertos que têm sido divulgados da entrevista dada por Cristiano Ronaldo, em que o capitão da seleção nacional ‘arrasou’ o Manchester United e o treinador Erik ten Hag.

“Honestamente, não acho que seja diferente. Sempre que venho à seleção as perguntas são sobre ele, as atenções estão viradas para ele”, acrescentou.

O internacional pela equipas das ‘quinas’ em 52 vezes ocasiões, que esta temporada leva 10 golos e oito assistências ao serviço dos ‘encarnados’, considerou, por outro lado, que atravessa o melhor momento da carreira e falou do sonho de vencer o Mundial, no Qatar.

“Sem dúvida que atravesso o melhor momento da minha carreira. Comparando com [o Europeu de] 2016, era muito novo e não tinha tanta experiência. Sinto-me muito confiante. Acredito muito que a seleção é o momento e os 10 jogadores que se vão estrear [em fases finais] é fruto do trabalho que fizeram. Passamos uma mensagem de confiança, daquilo que são as nossas ideias e, sem dúvida, que estão numa seleção que nos faz sonhar. Acreditamos todos que é possível ganhar este Mundial”, manifestou.

Por fim, comentou a primeira chamada à seleção ‘AA’ do colega de equipa António Silva, que considera estar pronto para ser titular na equipa treinada por Fernando Santos.

“Todos os que estão aqui têm qualidade para serem titulares. Tem todas as características para fazer uma grande carreira, porque é muito responsável e muito maduro. Está pronto para ajudar, seja de início ou no decorrer dos jogos”, concluiu.

Portugal tem agendado um jogo de preparação com a Nigéria, de José Peseiro, na quinta-feira, às 18:45, no Estádio José Alvalade, em Lisboa.

Na sexta-feira, a comitiva lusa partirá para o Qatar, tendo estreia marcada no Grupo H do Mundial2022 para 24 de novembro, diante do Gana, antes de defrontar o Uruguai, em 28 de novembro, e a Coreia do Sul, de Paulo Bento, em 02 de dezembro.

A 22.ª edição do Campeonato do Mundo arranca no domingo, com o duelo entre o anfitrião Qatar e o Equador, para o grupo A, e termina em 18 de dezembro.





Notícias relacionadas


Scroll Up