Fotografia: DR

Centro de Estudos Galegos assinala 25 anos

O CEG da Universidade do Minho é uma âncora da Xunta de Galicia na ELACH para promover a língua e cultura galega e aproximar a eurorregião.

Redação
14 Nov 2022

O Centro de Estudos Galegos (CEG) da Universidade do Minho inicia a comemoração das suas bodas de prata esta sexta-feira, dia 18 de novembro, com duas atividades académico-culturais em Braga, abertas à comunidade. Pelas 9h30, o historiador Ramón Villares, professor catedrático emérito da Universidade de Santiago de Compostela e professor honoris causa da UMinho, profere a conferência “As migrações galegas e as suas remessas visíveis e invisíveis”, no auditório da Escola de Letras, Artes e Ciências Humanas (ELACH), no campus de Gualtar. A sessão insere-se nas atividades da disciplina de Literatura e Cultura Galegas da UMinho. Mais tarde, às 18h30, a livraria Centésima Página acolhe a apresentação do livro “Galiza, terra irmã de Portugal”, de Ramón Villares, com comentários do presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional da Região Norte (CCDR-N), António Cunha. A obra foca a história e as identidades do noroeste peninsular, que pode alcançar uma nova dimensão no quadro da União Europeia. O momento prevê ainda intervenções da Reitoria da UMinho, bem como do presidente da ELACH, João Cardoso Rosas, e do coordenador do CEG, Carlos Pazos-Justo. No final, há o corte do bolo de aniversário e um porto de honra.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho] 





Notícias relacionadas


Scroll Up