Fotografia: António Valdemar

Sandinenses. Caio agudizou ainda mais a crise do Taipas

O Sandinenses pegou no jogo desde o apito inicial e, logo aos cinco minutos, Endric podia ter inaugurado o marcador.

António Valdemar
13 Nov 2022

O Sandinenses recebeu e bateu o vizinho Taipas por 2-0. O avançado brasileiro Caio Silva vestiu o fato de herói e com um golo em cada parte resolveu o dérbi vimaranense. Uma vitória que permite à equipa comandada por Hugo Xavier isolar-se ainda mais no topo da classificação, pois o Ponte não foi além de um empate diante do Joane. 

O Sandinenses pegou no jogo desde o apito inicial e, logo aos cinco minutos, Endric podia ter inaugurado o marcador. O avançado aproveitou um mau atraso de um defesa adversário, driblou o guarda-redes mas o remate saiu ao poste. Depois, aos 31 minutos, Tiago Martins tirou tinta à barra com um estrondoso remate fora da área. Cheirava a golo no Dona Maria Teresa e não demorou muito para os adeptos da casa sorrirem. Aos 33 minutos, Caio aproveitou bem um cruzamento na direita para fazer o primeiro da partida. Um resultado que se justificava ao intervalo, até porque o Taipas não conseguiu criar uma única oportunidade de golo.

A segunda parte abriu com mais uma ocasião de golo para os da casa mas desta vez André defendeu o remate do central Pedro Ribeiro. Mas o segundo acabaria por chegar pouco tempo depois e novamente por Caio (53’). Antes disso, Petite tinha evitado o pior para a sua equipa ao cortar a bola quase em cima da linha de golo.

As coisas ficaram mais complicadas para o “lanterna vermelha” que ainda não conquistou qualquer ponto no campeonato. O jogo entrou, depois, numa fase menos interessante com o Sandinenses a gerir a almofada de dois golos e o Taipas a tentar reagir. No entanto, apenas nos minutos finais é que conseguiu incomodar verdadeiramente a baliza de Luís Vieira, com Joaquim a ter duas oportunidades para reduzir a desvantagem.





Notícias relacionadas


Scroll Up