Fotografia: Município de Braga

Câmara de Braga requalifica quarteirão da igreja de S. Lázaro

Com esta intervenção específica, o Município de Braga vem responder a diversas solicitações recebidas de melhoria pedonal neste local.

Redação
13 Nov 2022

O Município de Braga está a proceder a uma intervenção na Rua 25 de Abril, Rua Sá de Miranda e Rua Marcelino Sá Pires (freguesia de São Lázaro e São João do Souto) no âmbito do projecto ´Eu Já Passo aqui´. 

Esta é uma iniciativa que surgiu de uma proposta submetida pelos cidadãos ao Orçamento Participativo – originalmente denominada ‘Eu Não Passo Aqui!’ -, que sugeria a eliminação de barreiras arquitectónicas para assegurar um espaço pedonal mais livre, confortável e inclusivo. No global, o projecto ‘Eu já passo Aqui’ está a intervir em cerca de 8,5 mil metros quadrados de passeios e a criar mais de 20 passadeiras sobrelevadas em toda a cidade, fruto de um investimento de cerca de 2 milhões de euros, que é financiado por fundos comunitários.

Ainda que lhe seja anterior, o projecto ‘Eu já passo Aqui’ está perfeitamente alinhado como os objectivos da Estratégia Nacional para a Mobilidade Activa Pedonal, nomeadamente no que se refere a alterar os padrões de mobilidade, transformar o espaço pedonal acessível a todos e promover estilos de vida activos, saudáveis e sustentáveis.

Com esta intervenção específica, o Município de Braga vem responder a diversas solicitações recebidas de melhoria pedonal neste local, actuando de modo a corresponder aos princípios essenciais da mobilidade inclusiva, com um aumento da acessibilidade e a segurança rodoviária.

Acesso aos parques são reformulados

A obra incide em torno da Igreja de S. Lázaro, resolvendo os diversos atravessamentos e as entradas nos parques de estacionamento dos Granjinhos e Loja do Cidadão e no Estabelecimento de Saúde ali existentes. 

Trata-se de um quarteirão com uma forte componente de comércio, serviços e equipamentos, onde existem diversos infantários, centros de Actividades de Tempos Livres, clínicas, dois pequenos centros comerciais, estruturas residenciais para idosos e Unidade de Ambulatório. Também representa uma ligação importante entre a Avenida da Liberdade e a Rodovia.

O espaço dedicado ao automóvel é, neste quarteirão, bastante vasto, com atravessamentos pedonais muito longos e, por esse motivo, desconfortáveis, representando um risco acrescido, como no caso dos acessos aos parques de estacionamento da Loja do Cidadão, dos Granjinhos e da Unidade de Ambulatório.

Verifica-se a inexistência, ainda, de um atravessamento que ligue a igreja de S. Lázaro directamente ao lado Norte da Rua 25 de Abril. Nas traseiras da igreja de S. Lázaro o atravessamento da rua Sá de Miranda é também inexistente, impossibilitando as ligações seguras e inclusivas. 

O Município tem recebido, inclusivamente, diversas solicitações de munícipes para melhorar a mobilidade pedonal neste local.

Toda esta intervenção dará ao quarteirão um papel central na promoção das deslocações pedonais, uma vez que se trata de um local por onde passa diariamente um grande número de pessoas, melhorando a qualidade de vida dos cidadãos através da redução do número de automóveis, da melhoria da qualidade do ar e da criação de um ambiente urbano humanizado.

Novas travessias e reorganização da áreas automóvel

Serão reorganizados os lugares de estacionamento de forma mais coerente (com uma perda residual de lugares), obtendo-se uma diminuição da largura das faixas de rodagem e a relocalização dos atravessamentos nos pontos de enfiamento dos passeios.

Estão a ser incluídas também novas travessias em torno da igreja de S. Lázaro, nomeadamente na Rua 25 de Abril e na Rua Sá de Miranda. As entradas e saídas dos parques de estacionamento serão igualmente reorganizadas com a criação de um arruamento secundário que as recebe e contacta com a Rua 25 de Abril apenas em dois pontos.

A ligação pedonal ao longo do passeio norte da Rua 25 de Abril será garantida com a manutenção da continuidade do passeio. De igual forma, a entrada do parque de estacionamento da Clínica de S. Lázaro será redesenhada de forma a que o passeio seja contínuo, devendo ser os automóveis a ceder prioridade aos peões.

Piso mais funcional

O arruamento a sul da igreja, por não ter saída automóvel e ser exclusivamente residencial – contendo apenas o infantário associado à igreja de S. Lázaro , será transformado numa zona pedonal, com o pavimento todo ao mesmo nível e permitindo apenas o acesso pontual a automóveis.

Serão ainda substituídos todos os pavimentos por outros mais confortáveis e amigos do peão, com preocupação pela regularidade dos mesmos, de forma a dar resposta às necessidades dos cidadãos de mobilidade reduzida – na prática, o microcubo de calcário e basalto dará lugar a pavê e o cubo de granito das faixas de rodagem a betuminoso, que  são pavimentos mais lisos, menos escorregadios. e mais funcionais.





Notícias relacionadas


Scroll Up