Fotografia: DR

Vila Verde realiza XII Bienal Internacional de Arte Jovem

Ao todo foram selecionadas 104 obras de várias modalidades artísticas, que podem ser apreciadas até 16 de dezembro. 

Redação
12 Nov 2022

O Município de Vila Verde procede, este sábado, à abertura da exposição da XII Bienal Internacional de Arte Jovem. A cerimónia terá lugar às 15h00, nas instalações requalificadas da antiga escola primária de Vila Verde. 

A sessão, que contará com a participação da presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Júlia Fernandes, do diretor artístico da Bienal e os artistas premiados, inclui a visita ao conjunto de obras expostas nos diferentes espaços do edifício requalificado da antiga escola primária de Vila Verde. 

A XII Bienal Internacional de Arte Jovem registou a maior participação de sempre, tendo recebido 194 projetos de obras de arte, apresentados por 120 concorrentes de Portugal e países como Espanha, Eslovénia, Polónia, Brasil e Angola.

Ao todo foram selecionadas 104 obras de várias modalidades artísticas (fotografia, pintura, instalação, escultura e vídeo), da autoria de 102 artistas. As obras podem ser apreciadas até 16 de dezembro. 

Os vencedores desta Bienal foram os trabalhos de Eva Maria Moreira Resende (“Destroying Memorie Serie”) e Laura Pinto da Mota (“Sei que muitos dias acordas e desejas estar completo/Aos Teus Pés”), que venceram, ex-aequo, o Grande Prémio da Bienal, patrocinado pelo Banco BPI. 

O segundo prémio foi para “Pétalas de Luz”, de Maria Luísa Capela Rodrigues Carvalho. O Prémio Revelação, patrocinado pelo Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ) para autores até aos 20 anos de idade, foi atribuído a “Sinfonia num Lugar de Tensão”, de Maria de Monserrate Ribeiro e Costa. 

Aos premiados, juntam-se seis menções honrosas, para as obras de Lucas Varillas Fernández, Pedro Gramaxo, Rui Filipe Freitas Ferreira, Sally Santiago, Susana Cristina Ferreira de Carvalho, Maria Luzia Almeida Cunha de Alegre e Silva.





Notícias relacionadas


Scroll Up