Fotografia: Avelino Lima

Colégio João Paulo II dá exemplo de sustentabilidade e solidariedade energética

Mário Paulo, administrador do Colégio João Paulo II, mostrou-se satisfeito com o projeto.

Francisco de Assis
11 Nov 2022

O Colégio João Paulo II formalizou ontem um protocolo com a empresa Cleanwatts, visando a constituição de uma Comunidade de Energia Renovável (CER), que vai permitir baixar os custos de energia nos colégios em Dume e Sete Fontes, ambos em Braga e o Colégio João Paulo II em Vila Real. Com este projeto, o Colégio pretende, por um lado, contribuir para o combate à pobreza energética e dá exemplo de sustentabilidade e solidariedade para com mais de mais de 300 famílias que, desta forma, podem beneficiar de energia mais barata em cerca de 30%.

O documento foi assinado entre Mário Paulo Pereira, presidente do Conselho de Administração da Associação para o Desenvolvimento Pessoal e Social (ASDPESO), titular dos Colégios João Paulo II e José Basílio Simões, fundador e presidente da Cleanwatts. No entanto, ontem, na cerimónia, José Basílio Simões foi representado por Maria Semedo.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up