Fotografia:

Colégio João Paulo II vai apoiar 250 famílias com energia mais barata

O contrato prevê a instalação de uma central fotovoltaica nos telhados dos Colégios, tanto em Braga, como em Vila Real.

Redação
10 Nov 2022

O Colégio João Paulo II vai assinar hoje um contrato CER – Comunidade de Energia Renovável, com a empresa Cleanwatts, visando, entre outros objetivos, a redução de custos relacionados com a energia dos colégios e, também, o combate à pobreza energética entre as famílias carenciadas da região. Os responsáveis do Colégio estimam apoiar mais de 250 famílias, que beneficiarão de uma tarifa social cerca de 30% inferior às atuais tarifas de mercado. 

O contrato prevê a instalação de uma Central Fotovoltaica de 430,5kW nos telhados dos Colégios, tanto em Braga, como em Vila Real, que será integrada numa Comunidade de Energia Renovável”, que segundo José Basílio Simões, fundador e presidente da Cleanwatts, «vai assegurar uma poupança que representa um desconto médio de 79% face à tarifa estimada para a energia da rede”. 

Para além da redução de custos, os Colégios João Paulo II tornam-se, através deste projeto, carbon-positive, passando a gerar mais 49% de energia do que consomem, e independentes energeticamente, pois 58% da energia consumida passa a ser proveniente da central solar (autoconsumo). 

E é essa energia sobrante que vai ser disponibilizada para as famílias carenciadas.

Segundo Mário Paulo Pereira, presidente do Conselho de Administração da Associação para o Desenvolvimento Pessoal e Social, titular dos Colégios João Paulo II, a criação de uma CER nos três Colégios João Paulo II, vem de encontro a uma resposta destas instituições católicas de ensino privado,  à Encíclica do Papa Francisco, “Laudato Si”. 

«Não quisemos deixar de responder ao apelo do Santo Padre: proteger o meio ambiente e cuidar da nossa casa comum. E, desde logo, pusemos pés ao caminho, pois já em 2016 colocámos um hectare e meio do nosso terreno a funcionar em sistema de produção alimentar biológica certificada», explicou o CEO.





Notícias relacionadas


Scroll Up