Fotografia: DR

Iluminação de Natal já tem data de inauguração

Já existem detalhes sobre as iluminações de 2022. O Picoto vai contar com uma estrela “de grande dimensão”.

Inês Pedro Fernandes e João Pedro Quesado
10 Nov 2022

Contactada pelo Diário do Minho, a Câmara Municipal de Braga esclareceu que a inauguração da iluminação de Natal nas ruas da cidade de Braga, irá acontecer no dia 1 de dezembro pelas 17h30.

Os principais pontos turísticos, as praças, os monumentos e as ruas voltarão a ser decoradas com várias luzes e objetos típicos da época natalícia.

De acordo com o caderno de encargos do concurso público para a aquisição da iluminação e decoração de Natal para a cidade de Braga, a árvore, de novo localizada na Avenida Central, terá 16 metros de altura e sete de diâmetro.

Já a Rua do Souto vai contar com um “teto de luz branco quente” a todo o comprimento até à Arco da Porta Nova, cujas linhas arquitetónicas vão estar sublinhadas por luz. Nesse local estará ainda uma representação em luz da Sagrada Família.

Também a Rua de São Marcos vai contar com o “teto de luz branco quente” a todo o comprimento. A Rua dos Capelistas, que liga o Largo de São Francisco (Igreja dos Terceiros) à Praça Conde de Agrolongo, contará com cortinas de luz, além de outro motivo decorativo.

No Picoto estará uma estrutura em estrela, “de grande dimensão”, iluminada, e as rotundas Santos da Cunha, de Infias e da Ponte vão ter um motivo de chão e as letras “Braga É Natal” em alumínio e iluminação. Na Avenida 31 de Janeiro, a copa das árvores vai estar iluminada com elementos verticais de um metro de altura.

Os troncos das árvores também estarão iluminados nos seguintes locais: Avenida Central, Avenida da Liberdade, Praceta D. João Penha, Rua Dr. Justino Cruz, Largo de São João do Souto, Campo da Vinha, Largo da Câmara, Campo Novo, área da Brasileira, Rua 25 de Abril e Avenida de São Miguel o Anjo.

Tanto o edifício da Câmara Municipal como o do Mercado Municipal vão ter a fachada o edifício decorada com luz no tom branco quente. O edifício do Pópulo vai ter o contorno do limite superior da fachada iluminado com da mesma cor.

Vai haver ainda motivos de iluminação em postes na maioria das ruas da cidade, num total de quase 250 unidades, de acordo com o caderno de encargos do concurso público.

O concurso estabelecia o valor máximo de 155 mil euros – sem IVA – para o preço do contrato a assinar. Ao que o Diário do Minho conseguiu apurar, o contrato ainda não foi tornado público.

 





Notícias relacionadas


Scroll Up