Fotografia: DM

Festival das Sopas juntou famílias e perpetuou tradições em Sobreposta

Evento junta famílias e amigos no parque de merendas e lazer e não deixa esquecer as tradições de antigamente.

Carla Esteves
7 Nov 2022

A terceira edição do Festival das Sopas e Tradições levou, ontem, ao Parque de Merendas e Lazer de Sobreposta centenas de pessoas, num autêntico convívio intergeracional, que garantiu que as tradições mais arreigadas nas nossas freguesias não serão esquecidas. Além da tradicional confeção das sopas no pote, este ano, a Junta de Freguesia de Sobreposta organizou, com o apoio da comunidade, uma exposição de ofícios da freguesia e um mercado local de produtos da terra, ficando a tarde reservada para a primeira edição do Cortejo Etnográfico, e como de costume, a tradicional desfolhada à moda antiga, logo seguida do magusto. Elisabete Silva, presidente da Junta de Freguesia Sobreposta contou ao Diário do Minho que o Festival das Sopas nasceu precisamente com o objetivo de perpetuar tradições. «Eu sou da terra e desde sempre muito ligada à terra porque na família tínhamos agricultores, mas comecei a sentir que os mais novos, e até gente da minha idade, já desconhecia a sopa no pote e os ofícios da terra e a ideia surgiu daí. O meu objetivo foi retomar ou fazer alguma coisa que, no fundo, lembrasse os mais antigos do que se fazia antigamente e informasse os mais novos dos costumes de então», contou.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]

 





Notícias relacionadas


Scroll Up