Fotografia: DR

Português detido por suspeita de atropelamento mortal em Espanha

O suspeito tem 35 anos.

Redação/Lusa
6 Nov 2022

As autoridades espanholas suspeitam que o condutor que esta madrugada atropelou mortalmente quatro pessoas, em Torrejon de Ardoz, nos arredores de Madrid, seja um cidadão português. O suspeito já foi detido.

O cidadão português, de 35 anos, foi detido a algumas dezenas de quilómetros do atropelamento, juntamente com dois filhos, de 16 anos e de 15 anos, que terão fugido após o incidente, que se julga ter sido intencional, de acordo com relatos de vários meios de comunicação social espanhóis. A imprensa espanhola diz que as autoridades ainda perseguem um sobrinho do motorista, que fugiu a pé, abandonando a viatura, onde foram encontradas notas no valor de vários milhares de euros, sob o assento do condutor. Quando foi encontrada, a viatura suspeita de envolvimento no atropelamento revelava várias nódoas de sangue e encontrava-se muito danificada.

Os meios de comunicação social espanhóis estão a noticiar que o atropelamento terá sido intencional, tendo ocorrido após confrontos físicos violentos à saída de um restaurante onde se celebrava um casamento cigano, em que participavam cerca de 200 pessoas. Uma mulher, de 70 anos, e três homens, de 40, 60 e 17 anos, morreram no local, com fraturas e traumas múltiplos, indicam.

As equipas de emergência médica, da Cruz Vermelha, uma ambulância municipal e elementos da Proteção Civil, que se deslocaram ao local, prestaram assistência a quatro feridos graves: duas mulheres, de 31 e de 30 anos, e dois homens, de 50 e de 43 anos, todos transferidos para diferentes unidades hospitalares próximas. A colisão, ocorrida pelas 2h40 (1h40 em Lisboa), também causou ferimentos «potencialmente graves», de acordo com as equipas de emergência médica SUMMA112, em dois homens, de 21 e de 50 anos, levados para o hospital de Torrejón. Duas outras pessoas, um homem, de 20 anos, com uma fratura exposta, foi levado para o Hospital Príncipe de Astúrias em Alcalá de Henares, e uma mulher, de 17 anos, com várias contusões, teve alta no local do acidente, foram considerados feridos ligeiros.





Notícias relacionadas


Scroll Up