Fotografia: Tiago Petinga/Lusa

Jerónimo de Sousa anuncia que vai deixar de ser deputado

Em causa está «uma alteração qualitativa» das suas capacidades.

Redação/Lusa
6 Nov 2022

O secretário-geral cessante do Partido Comunista Português (PCP), Jerónimo de Sousa, anunciou este domingo, que vai também deixar de ser deputado à Assembleia da República, depois de ter abandonado o cargo de Secretário-Geral este sábado. Em causa estará «uma alteração qualitativa» das suas capacidades.

«Não, não vou continuar como deputado. Naturalmente, há aqui uma alteração qualitativa das minhas capacidades. Tendo em conta a dimensão da nossa bancada… Não se compadece com ausências momentâneas», sustentou Jerónimo de Sousa.

O antigo deputado e jovem dirigente comunista Duarte Alves é o nome seguinte na lista de candidatos à Assembleia da República pelo círculo eleitoral de Lisboa, por onde Jerónimo de Sousa foi eleito. O dirigente comunista clarificou, entretanto, que Duarte Alves, de 31 anos, é o nome proposto para o substituir e que tem provas dadas do até agora curto trabalho que desenvolveu no parlamento.

Duarte Alves, economista de profissão, era um dos mais jovens deputados na última legislatura. Depois de falhar a eleição nas legislativas de janeiro de 2022 começou a desempenhar funções de assessor parlamentar na bancada comunista. A nível parlamentar ficou conhecido pela sua intervenção na comissão de inquérito às perdas registadas pelo Novo Banco e imputadas ao Fundo de Resolução.





Notícias relacionadas


Scroll Up