Fotografia: DR

“Braga em Risco” arranca hoje com artistas de vários países

A edição de 2022 é apontada pela organização como «a mais internacional de sempre».

5 Nov 2022

Mais de 70 artistas, nacionais e internacionais, mais de 80 oficinas de ilustração e 20 exposições individuais e coletivas. Os números mostram o crescimento e a expressão da sexta edição do “Braga em Risco”, o encontro que celebra a ilustração, o livro e a literatura e que, este ano, tem a edição mais internacional de sempre. O “Braga em Risco” vai ficar na cidade até ao dia 18 de novembro, instalando-se em diferentes espaços com atividades variadas para os mais pequenos e não só, apresentando, este ano, como uma das principais novidades, um festival de música, o “INDIEGESTO”.

A Casa dos Crivos, a Galeria e o Largo do Paço, o Mercado Municipal, o Museu da Imagem, a Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva e a Livraria Centésima Página acolherão as diversas atividades artísticas, nomeadamente exposições, oficinas do risco, workshops, masterclasses, apresentações de livros, cinema de animação, performances, visitas guiadas e concertos. Entre os ilustradores que participam nesta sexta edição, destacam-se a polaca Joanna Concejo, a francesa Nathalie Minne, a espanhola Marina Gibert, o brasileiro Alexandre Rampazo e a russa Nastya Varlamova.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up