Fotografia: DM

Carnes e Caldos «apela a várias artes para falar sobre o alimento» em Guimarães

Evento abre esta sexta-feira com espetáculos de showcooking, prova de vinhos e um concerto de jazz.

Diana Carvalho
4 Nov 2022

A abertura do evento gastronómico “Carnes e Caldos” em Guimarães é realizada esta sexta-feira, pelas 18h00. Depois de já ter passado por Braga e Viana do Castelo, a iniciativa do programa “Minho Gastronómico” promete oferecer a Guimarães grande «diversidade de abordagens» para falar do alimento.

O evento, como explica ao Diário do Minho a chef Liliana Duarte, consultora do Carnes e Caldos, «consiste numa plataforma de encontro entre produtores, agricultores, cozinheiros, investigadores e alunos relacionados com estas áreas». No entanto, apesar de o mote estar definindo, a atividade «não se fica por aqui», permitindo também «refletir sobre a realidade do consumo e da produção de carne e de caldos ao longo da história no nosso contexto, mas ir também muito além disso e perspectivar também esta parte que é o foco do evento, que é a sustentabilidade e a ligação com os recursos endógenos», conta a chef. Para isto, a programação do Caldos e Carnes conta com um programa alargado a diferentes vertentes, para além das residências gastronómicas que são realizadas com estudantes da área.

A abertura do evento decorre esta sexta-feira, pelas 18h00, no Instituto de Design de Guimarães (IDEGUI), seguida de um showcooking com o chef Álvaro Dinis Mendes e a chef Liliana Duarte, um winetasting, um novo showcooking, com o chef António Loureiro, um concerto da banda de jazz vimaranense Yellow Bennie e o fecho, pelas 23h00.

No sábado, a programação começa com conversas «que percorrem os quatro elementos naturais – vento, fogo, terra e água», começando pelo vento, às 11h00. A segunda conversa, sobre a terra, decorre pelas 15h00, sendo que o programa para o dia inclui ainda showcookings realizados pelos municípios de Ponte da Barca, Arcos de Valdevez, Vila Nova de Famalicão, Ponte de Lima e Melgaço e o chef Hugo Daniel Alves, bem como concertos de Confusion, João Rocha e DJ Jubilee.

O domingo fica reservado, a partir das 10h00, às conversas em volta do fogo e da água, a showcookings dos municípios de Barcelos, Valença e Amares, das residências gastronómicas e do chef Diogo Novais, bem como a momentos de animação com o Grupo Folclórico da Corredoura, Mister Roland e Dj Deep Fresh.

Durante o evento, há ainda um mercado biológico e sessões sobre histórias e lendas no Museu Alberto Sampaio, apelando assim a «várias artes para falar sobre o alimento». A entrada no evento é gratuita.





Notícias relacionadas


Scroll Up