Fotografia: DR

Caminhada Mágica da CERCI Braga promete duplicar número de participantes este ano

O evento inicia-se na Avenida central pelas 18h00 do dia 12 de novembro.

Carla Esteves
29 Out 2022

No próximo dia 12 de novembro, Braga volta a ser palco da Caminhada Mágica da CERCI Braga, uma oitava edição que marca o encerramento da Campanha Pirilampo Mágico 2022. Este ano, a iniciativa contará com o envolvimento de mais parceiros e terá início mais cedo, pelas 18h00, na Avenida Central, reunindo, por isso, todas as condições para conseguir alcançar o objetivo a que a CERCI se propõe: duplicar o número de partipantes, que habitualmente ronda entre 1500 a 2000 pessoas.

Este ano, a caminhada Mágica tem como grande objetivo angariar fundos para o funcionamento das residências de autonomização e inclusão, que constituem resposta residencial para dez adultos.

O percurso, de cerca de cinco quilómetros, terminará no Parque da Ponte, estando previstas muitas atividades e animação ao longo do trajeto.

A presidente do Conselho de Administração da CERCI Braga, Vera Vaz, adiantou que este ano foi possível mobilizar mais parceiros, já que, além da habitual parceria do McDonalds, que tem apoiado a iniciativa desde a primeira edição, e do Município de Braga, a caminhada 2022 será patrocinada pela Torrestir, contando com o apoio do Pingo Doce na venda dos bilhetes, além de um um conjunto alargado de instituições e empresas.

«Acreditamos que, este ano, a caminhada poderá dobrar em termos de participantes e estamos expectantes que o tempo venha a ajudar», vincou.

Maria Teresa Soares, proprietária e gestora dos restaurantes McDonalds em Braga, que desde o início se associaram a esta iniciativa, elogiou o trabalho desenvolvido pela CERCI acrescentando que a McDonalds Braga tem dois jovens a trabalhar no restaurante do centro da cidade e um a trabalhar em Maximinos, podendo vir a ter mais «nesta terapia profisisonal altamente gratificante para a empresa, que vai de encontro ao ADN do MDonalds, que apoia sempre as comunidades em que se encontra inserida», e contribuindo para a realização destes jovens.

Da parte do Município de Braga, Ana Ferreira, chefe de gabinete do presidente da Câmara, afirmou que a autarquia apoia sempre a caminhada, como  forma de af+gradecer o trabalho que a CERCI realiza pela cidade, apoiando socialmente jovens que necessitam de respostas sociais adaptadas à sua condição.

Ana Ferreira apelou ainda ao apoio da comunidade e das empresas da cidade, e desafiou todos os bracarenses à participação nesta caminhada, no próximo dia 12.

«Braga é uma cidade solidária, que gosta de apoiar os outros e estamos todos juntos por se tratar de uma causa que é da CERCI mas que é de todos nós», afirmou.

José Santos, diretor comercial da Torrestir, realçou que a empresa bracarense tem uma forte responsabilidade social, e tem apoiado, ao longo dos  anos, várias instituições.

«Este ano decidimos apoiar a CERCI, que faz um exccelente trabalho na área social, e sendo a Torrestir fundada em Braga, bem como a Cerci, faz todo o sentido», disse, prometendo apelar à participação de outros empresários.

Este ano a CERCI decidiu que a caminhada começaria mais cedo,  para não se fazer tarde e frio, como em anos anteriores.

Ficou igualmente decidido que o bilhete tamnbém seria mais barato para não pesar no orçamento do agregado familiar, tendo o Pirilampo Mágico sido retirado do kit de inscrição, podendo ser adquirido à parte.

Durante a caminhada serão também expostos os desenhos do concurso “O Nosso Pirilampo” nas escolas, que convidou à construção de um pirilampo em material reutilizado.





Notícias relacionadas


Scroll Up