Fotografia: DR

Miguel Costa Gomes absolvido no caso de uso de viatura do município para fins pessoais

O ex-autarca foi absolvido esta manhã no Tribunal de Barcelos.

26 Out 2022

O ex-presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, foi absolvido, esta quarta-feira, no Tribunal de Barcelos, no caso em que era acusado pelo Ministério Público de utilização da viatura da Presidência para fins pessoais. A informação foi avançada pelo jornal Barcelos Popular.

O ex-autarca estava acusado pelo Ministério Público (MP) de um crime de peculato de uso, por ter alegadamente utilizado «veículos afetos à presidência do município para fins pessoais». Miguel Costa Gomes negou que alguma vez tenha usado a viatura da presidência em benefício próprio.

Na acusação, o Ministério Público considerou indiciado que o arguido utilizou os veículos afectos à presidência do município para fins pessoais, nomeadamente nas deslocações entre o domicílio e o local de trabalho. Defendeu ainda que o ex-autarca terá utilizado os veículos «para outros propósitos alheios ao seu exercício funcional».

Contactado pela Lusa aquando da acusação, Miguel Costa Gomes afirmou ser «totalmente falso» que tenha utilizado viaturas do município para fins pessoais, manifestando-se convicto de que «muito facilmente» comprovaria em tribunal a sua inocência. «Não se pode esquecer, desde logo, que eu tinha uma série de funções no âmbito da Associação Nacional de Municípios Portugueses, com reuniões todas as terças-feiras, e que era também o presidente da Comissão Distrital da Protecção Civil de Braga, o que me obrigava a estar alerta 24 horas por dia», comentou.

O antigo autarca de Barcelos foi esta manhã absolvido no caso.





Notícias relacionadas


Scroll Up