Fotografia: DR

Autarcas de Famalicão, Trofa e Santo Tirso unem-se contra encerramento de maternidade

Os autarcas «reconhecem o sentido de responsabilidade evidenciado pelo ministro da Saúde.

Redação
24 Out 2022

Os presidentes das Câmaras Municipais de Santo Tirso, Famalicão e Trofa, Alberto Costa, Mário Passos e Sérgio Humberto, respetivamente, estiveram reunidos com o ministro da Saúde, Manuel Pizarro, para manifestar a preocupação comum com os resultados do estudo da Comissão de Acompanhamento de Resposta às Urgências de Ginecologia/Obstetrícia que aponta para um eventual encerramento da maternidade do Centro Hospitalar do Médio Ave, que serve os três municípios e que está instalada em Famalicão. Segundo informação municipal, o responsável minesterial transmitiu aos autarcas que o documento em questão «carece de estudos mais aprofundados», sendo apenas uma base de trabalho para a melhoria dos serviços de saúde em Portugal, nomeadamente para a rede pública de maternidades. O ministro mostrou também ser conhecedor do serviço de excelência que é prestado pela Maternidade do Centro Hospitalar do Médio Ave.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho] 





Notícias relacionadas


Scroll Up