Fotografia: DR

Portugal, França e Espanha chegam a acordo sobre interconexões ibéricas

O primeiro-ministro, António Costa, considerou que o acordo permite «ultrapassar um bloqueio histórico» relativamente às interconexões ibéricas para gás e eletricidade.

Redação/LUSA
21 Out 2022

Os governos de Portugal, França e Espanha alcançaram ontem um acordo para acelerar as interconexões ibéricas, abandonando o projeto existente, destinado apenas ao gás, por um outro que prevê um gasoduto marítimo para transportar também hidrogénio ‘verde’. «Chegámos a acordo – os três governos – de subsistir o projeto do MindCat por um novo projeto, que se irá chamar um corredor de energia ‘verde’, que irá unir a Península Ibérica a França e, portanto, ao mercado energético europeu, através da alternativa Barcelona e Marselha, criando um ‘pipeline’ [gasoduto] para o hidrogénio ‘verde’ e também, durante a transição, para o gás […] entre Barcelona e Marselha», anunciou o chefe de Governo espanhol, Pedro Sánchez, na chegada ao Conselho Europeu, em Bruxelas, e após uma reunião entre os três líderes ontem de manhã.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho] 





Notícias relacionadas


Scroll Up