Fotografia: DM

«Mudou a concentração»

Nelson Silva, treinador da equipa, explica últimos resultados do GD Joane.

José Costa Lima
20 Out 2022

O início de campeonato do GD Joane foi pouco produtivo a nível pontual e nos dois primeiros jogos para a Pró-Nacional da AF Braga, a equipa de Nélson Silva fez apenas um ponto, fruto de um empate, à qual se junta uma derrota.  Um início tímido para quem se assumiu desde a primeira hora candidato aos quatro primeiros lugares da série B, mas o andamento do campeonato encarregou-se de trazer os triunfos para quem quer «ser protagonista» em 2022/23. São três seguidos, frente a Arões, Berço e Taipas, e uma subida na tabela classificativa, sendo já uma ameaça ao duo da frente (Ponte e Sandinenses).  «Foi um mau começo, é verdade, não conseguimos os resultados que queríamos, mas não fomos nada inferiores nesses jogos. O que falhou? É futebol… talvez falta de concentração, falta de foco, mas a verdade é que não fomos inferiores aos nossos adversários», referiu Nelson Silva, explicando o que mudou nos últimos três encontros. «Se calhar, mudou o foco, a concentração. Depois de termos vencido o Freamunde, para a Taça de Portugal [primeira eliminatória], talvez a equipa estivesse a pensar na eliminatória seguinte, com a B SAD, ao invés de pensar no jogo seguinte, que era para o campeonato. Penso que a questão mental foi fundamental para estes últimos resultados», acrescentou o treinador do GD Joane em declarações ao nosso jornal.  Com 10 pontos garantidos até à data, o Joane, quarto classificado, está a seis dos líderes Ponte e Sandinenses, embora o conjunto de Nelson Silva tenha menos um jogo disputado.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho] 





Notícias relacionadas


Scroll Up