Fotografia: Avelino Lima

Mobilidade, habitação e Sete Fontes são «promessas» que estão por cumprir

Pedro Sousa lembra o que ainda não foi feito, mas também realça alguns marcos positivos da atual governação de Ricardo Rio.

Rita Cunha
20 Out 2022

Fazendo um balanço do trabalho da Coligação Juntos por Braga, que lidera os destinos da Câmara Municipal de Braga desde 2013, Pedro Sousa considerou que «houve uma promessa de grande transformação» que não se concretizou, mas antes «uma projeção de imagem de cidade que nós não temos».

O líder da Concelhia de Braga do PS considera mesmo que «fez mais o INL pela cidade, trazido por dois governos socialistas», do que «um conjunto de medidas da Câmara Municipal. «Podemos sempre dizer que não se fez mais porque veio tudo mal de trás, mas convém dizer que pegaram [a Coligação] para governar na terceira cidade do país, uma cidade que era líder num conjunto de números e de índice de desenvolvimento económico e social que diziam que Braga era cidade de referência», disse.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up