Fotografia: DR

FPF recebe denúncia de festa sexual com jogadoras e equipa técnica do FC Famalicão

Uma atleta do clube na época 2021/22 confirma «uma alegada orgia e práticas de cariz sexual».

19 Out 2022

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) recebeu uma denúncia acerca de uma festa sexual que envolveu jogadoras do FC Famalicão e elementos da equipa técnica e da estrutura do clube, avança o jornal Público. Uma atleta do clube na época 2021/22 confirma que houve «uma alegada orgia e práticas de cariz sexual» com pelo menos oito jogadoras num apartamento do clube, onde habitava um membro da equipa técnica.

A denúncia foi formalizada no Portal da Denúncia da Federação, estando já a ser investigada pela FPF, com interrogatórios a jogadoras, ao treinador e a outras testemunhas. «Ao ver várias das minhas colegas de profissão denunciar práticas de assédio sexual de um treinador e diretor desportivo, mas também a conduta negligente dos dirigentes do Famalicão, que foram avisados e nada fizeram, decidi contar também por esta via o meu caso e esperar que se investigue, também, esta situação», revelou a mesma jogadora na denúncia, citada pelo Público.

A atleta acredita ainda que os dirigentes do clube agiram de forma negligente, já que tinham sido avisados acerca de denúncias de assédio por parte de futebolistas do Rio Ave, na altura da contratação do treinador Miguel Afonso. De recordar que no final de setembro, várias atletas que alinharam no Rio Ave na época 2020/21 denunciaram ações de assédio do então treinador do clube, atualmente no comando técnico do  FC Famalicão. Posteriormente, também atletas da equipa famalicense formalizaram, através do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF), queixas por assédio sexual na Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e na Polícia Judiciária (PJ) contra o técnico, entretanto suspenso.





Notícias relacionadas


Scroll Up