Fotografia: Avelino Lima

Dumiense. Pontas aceleraram reviravolta

Taça de Portugal: Dumiense acabou mal mas terminou a festejar passagem.

José Costa Lima
17 Out 2022

Festa da Taça de Portugal em Dume e com direito a celebrações em tons vermelhos carregados nas bancadas do Campo Celestino Lobo. Perante uma equipa de um escalão superior (Liga 3), o Dumiense, a competir no Campeonato de Portugal, agigantou- -se e segue em frente para a quarta eliminatória da competição. A reviravolta foi feita em poucos minutos e pelos dois pontas de lança que André Brito tinha em campo, autores dos golos que valeram uma explosão de alegria no final de 90 minutos bem intensos e que fechou com um vencedor justo.

O duelo até começou mal para os bracarenses. A entrada apática do Dumiense precipitou arrancadas velozes ao adversário e Danny começou por abrir a contagem logo aos 11 minutos, numa situação que já não era virgem até então. O Real SC ia controlando as operações, perante a tentativa contrária de “entrar” no jogo, mas um atraso mal medido de Pedro Rosas para o guarda-redes obrigou Márcio Rosa a sair da baliza e, consequentemente, a derrubar João Victor.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up