Fotografia: DR

Diretor executivo do SNS vai ter mandato de três anos

A entrada em funções está marcada para o dia 2 de novembro.

Redação/Lusa
14 Out 2022

O Governo aprovou ontem uma resolução que nomeia o médico Fernando Araújo como diretor executivo do Serviço Nacional de Saúde (SNS) por um período de três anos. A entrada em funções está marcada para o próximo dia 2 de novembro.

«Foi aprovada uma resolução que designa Fernando Araújo como diretor executivo do SNS por um período de três anos», disse a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, na conferência de imprensa realizada no final da reunião do Conselho de Ministros.

Segundo o comunicado do Conselho de Ministros, a direção executiva do SNS tem como missão «coordenar a resposta assistencial das unidades de saúde do SNS, assegurando o seu funcionamento em rede, a melhoria contínua do acesso a cuidados de saúde, a participação dos utentes e o alinhamento da governação clínica e de saúde».

O diretor executivo «é órgão diretivo, de representação e de mais elevada responsabilidade de gestão do SNS», refere o comunicado. Fernando Araújo é presidente do Centro Hospitalar Universitário de São João desde abril de 2019.

Na conferência de imprensa, Mariana Vieira da Silva foi questionada sobre a proposta do grupo de peritos de encerramento de maternidades, tendo remetido esta decisão para a direção executiva do SNS, cujo presidente foi ontem nomeado pelo Governo. «Um trabalho que foi solicitado para compreender as pressões que foram sentidas durante o verão e procurar respostas, mas entretanto o Governo aprovou um novo estatuto do SNS que atribuiu à direção executiva do SNS, cujo presidente nomeamos, a gestão desse tema da rede de oferta de cuidados de saúde».





Notícias relacionadas


Scroll Up